Com regulamento bizarro, Campeonato Carioca pode voltar ‘à moda antiga’ com final entre campeões de turnos

Foto: Caio Filho
A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) realizará um arbitral para o Campeonato Carioca de 2020 na próxima segunda-feira, às 14h, em sua sede. Além do sorteio de grupos e aprovação de tabela, temas polêmicos entrarão em pauta: eliminar a disputa de final no caso de o mesmo clube ser campeão dos dois turnos e o fim da primeira fase.
Também será apresentada pela Ferj a nova identidade visual da competição. Outra proposta da entidade que será levada à votação é o fim da semifinal geral do campeonato. As semifinais das Taças Guanabara e Rio, contudo, estão mantidas.
O ponto de debate mais difícil deverá ser o fim da chamada seletiva – oficialmente primeira fase -, provocando um número maior de rebaixados em 2020. Atualmente, a fórmula do Estadual tem 16 clubes, sendo que seis deles participam de uma seletiva antes da entrada dos grandes na competição. São os quatro piores colocados no ano anterior e que não foram rebaixados, somados aos dois melhores da Série B1. Eles jogam entre si em turno único e os dois melhores seguem no torneio, aí já ao lado de Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo.
A ideia que será debatida e votada é encerrar a seletiva com o rebaixamento de cinco ou seis clubes – número que não está totalmente definido. Na primeira hipótese, restariam 11 na Série A somados ao campeão da Série B no ano anterior. Com seis rebaixados, o primeiro e o segundo colocados da Série B1 teriam acesso à elite, como acontece atualmente.
O blog consultou a assessoria de imprensa da entidade, que somente confirmou a data do arbitral.
Globo Esporte

Share this

Related Posts

Compartilhe esta postagem