Para detecção de objetos proibidos em visitas, sistema de escaneamento Body Scan é instalado na Cadeia Pública de Mossoró



Foto: Ilustrativa

A Cadeia Pública de Mossoró instalou, nesta quarta-feira (31), o Body Scan, equipamento utilizado nas unidades prisionais, para escanear os visitantes dos internos. O aparelho é considerado importante para a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap/RN), pois permite a detecção de objetos proibidos no momento das visitas.
Todos os agentes penitenciários da unidade prisional passaram no treinamento para operar a ferramenta e os familiares dos apenados já estão sendo cadastrados biometricamente. A previsão é que a partir da próxima semana, o Body Scan seja utilizado nas visitas.
Até julho, o equipamento de escaneamento também foi instalado na Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP), na Cadeia Pública de Natal e de Ceará Mirim. As próximas unidades são a Penitenciária Estadual de Alcaçuz, a Penitenciária Estadual Rogério Coutinho Madruga e o Complexo Penal Estadual Agrícola Mario Negócio, em Mossoró.
Destaca-se que o procedimento promove aos agentes penitenciários maior segurança além de que, elimina o procedimento de vistoria íntima nas unidades prisionais e acaba com as imensas filas formadas no dia das visitas, resultantes do vagaroso processo anterior.

Share this

Related Posts

Compartilhe esta postagem