Batista Lima sofre acidente de carro com esposa e fica preso às ferragens; apesar do susto, o casal está bem

Batista Lima sofre acidente de carro com esposa e fica preso às ferragens; apesar do susto, o casal está bem


O cantor de forró Batista Lima sofreu um acidente de carro durante ida para Caruaru (PE), nesta segunda-feira (17/06), na BR-232. Quem dirigia o veículo durante o ocorrido era a esposa do forrozeiro. As informações são do Diário do Nordeste.

Segundo informações do site, durante tráfego, com chuvas, um motorista que estava na frente do carro do cantor com a esposa fez uma ultrapassagem de forma brusca e retornou para a via onde trafegava o carro Batista.

O veículo acabou batendo na lateral do carro de Batista Lima e o carro desceu uma ribanceira. “O carro voo. Descemos o meio fio. Não tinha árvores, só galhos.“Um susto e um livramento de Deus”, disse o cantor.



Batista conta ainda que os airbags do veículo foram acionados. Braços doloridos e alguns arranhões ficaram no corpo do cantor. Ele chegou a ser atendido na cidade de Custódia (PE). Apesar do susto, o casal está bem.
Compartilhe esta postagem

Nação Junina de Jucurutu se apresenta nesta quarta (19) no Festival de Quadrilhas Juninas de Natal 2019

Nação Junina de Jucurutu se apresenta nesta quarta (19) no Festival de Quadrilhas Juninas de Natal 2019
 

G1/RN – Aconteceu na tarde da última terça-feira (11), na sede da Inter TV Cabugi, o sorteio que definiu a ordem de apresentação do Festival de Quadrilhas Juninas de Natal 2019. Foram disponibilizadas 21 vagas para quadrilhas da categoria estilizadas e 28 vagas para quadrilhas da categoria tradicional.

A 25ª edição do festival acontece de 18 a 24 de junho na Arena das Dunas, em Natal. Além de troféus, as quadrilhas receberão prêmios em dinheiro de acordo com a classificação, sendo R$ 5 mil para a primeira colocada, R$ 3 mil para a segunda, R$ 2 mil para a terceira e R$ 1 mil para a quarta colocada de cada categoria.

Premiações especiais também serão distribuídas para a melhor rainha, melhor marcador e melhor casal de noivos de cada categoria com prêmio em dinheiro de R$ 1 mil.

Confira a ordem das apresentações:
Quadrilhas tradicionais

Terça-feira (18)
19h – Junina Quebra Côco
19h40 – Junina Arroxonó
20h20 – Barulho Junino
21h – Arraiá Jeito Matuto
21h40 – Junina Matuto Amor
22h20 – Junina Brilho da Lua

Sábado (22)
18h20 – Brilho Matuto
19h – Espaia Braza
19h40 – Arrocha o Milho
20h20 – Junina São João Nordestino
21h – Encanta São João
21h40 – Império Matuto
2h20 – Arraiá do Rebuliço

Domingo (23)
18h20 – Alegria de Viver
19h00 – Junina Sertão
19h40 – Tradicional Loucura Junina
20h20 – Capuz de Fusca
21h00 – Junina Sai da Frente
21h40 – Flor de Mandacaru
22h20 – Rei do Baião

Segunda-feira (24)
19h00 – Paixão Matuta
19h40 – Coração Matuto
20h20 – Nova Geração
21h00 – Zé Matuto
21h40 – Padre Piná
22h20 – Junina Iluminar

Quadrilhas estilizadas

Quarta-feira (19)
19h – Mistura Junina
19h40 – Dona Barriguda
20h20 – Festival do Arraiá
21h – Junina Caicós
21h40 – Matutina Potiguar
22h20 – Nação Junina

Quinta-feira (20)
19h – Festeja São João
19h40 – Reno do Sertão
20h20 – Beijo Junino
21h – Brilho Potiguar
21h40 – Filhos do Nordeste
22h20 – Paixão Multicor

Sexta-feira (21)
19h – Arrasta Pé de Arez
19h40 – Explosão Junina
20h20 – Lume da Fogueira
21h – Brejo de Ouro
21h40 – Dança Nordeste
22h20 – Junina São João
Compartilhe esta postagem

Jucurutu: Índice de infestação do Aedes Aegypti reduz de 14.3 para 6.2

Jucurutu: Índice de infestação do Aedes Aegypti reduz de 14.3 para 6.2
O índice de infestação do mosquito Aedes aegypti reduziu significativamente no mês de junho, no município de Jucurutu/RN. A informação foi divulgada nessa terça-feira (18) pelo Setor de Endemias da Prefeitura de Jucurutu.

De acordo com o Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), que avalia o risco de transmissão do mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya, o índice de infestação diminuiu de 14.3 para 6.2

Isso é resultado do trabalho sério e responsável que vem sendo desenvolvido na Gestão Valdir Medeiros através dos Agentes de Combate as Endemias.

Compartilhe esta postagem

BOMBA: “Paguei para não ser preso”, diz ex-advogado da Odebrecht

BOMBA: “Paguei para não ser preso”, diz ex-advogado da Odebrecht
“Não é muito tempo sem operação?”, perguntou o então juiz Sergio Moro ao procurador Deltan Dallagnol em 31 de agosto de 2016, segundo o site The Intercept. “É sim. O problema é que as operações estão com as mesmas pessoas que estão com a denúncia do Lula. Decidimos postergar tudo até sair essa denúncia, menos a op do taccla [Tacla Durán] pelo risco de evasão, mas ela depende de articulação com os americanos (Que está sendo feita)”, responde o procurador da Lava Jato.
No dia seguinte à divulgação do diálogo, o ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Duran recebeu o UOL no lobby de um hotel de Madri, onde vive desde que deixou o Brasil em decorrência da Operação Lava Jato. “Paguei para não ser preso”, diz ele à reportagem, apontando uma suposta extorsão no valor de US$ 5 milhões feita quando seu nome veio à tona na investigação.
Investigado pela Lava Jato, Tacla Duran diz ter pago uma primeira parcela de US$ 612 mil ao advogado Marlus Arns, mas afirma que se recusou a pagar o restante. Ele foi preso em novembro de 2016, ao chegar a Madri, e ficou detido por 70 dias. Consultado pela reportagem, Arns não comentou as acusações.
A força-tarefa da Lava Jato insiste que o brasileiro é um “fugitivo”, mas a Interpol retirou qualquer alerta contra Tacla Duran. Na Espanha, ele vive em liberdade. As declarações dadas ao UOL também constam de um documento enviado ao Ministério Público da Suíça pelos advogados de Tacla Duran. Na carta, a defesa relata que seu cliente foi vítima de extorsão para que não fosse detido ou envolvido em delações premiadas de outros suspeitos da Operação Lava Jato. No Brasil, os procuradores da força tarefa rejeitam a versão, e apontam que Tacla é acusado de mais de cem delitos.
Datado de 28 de janeiro de 2019, o documento, obtido pelo UOL, foi uma resposta a questionamentos feitos pela Suíça ao brasileiro, com base em transferências que ele realizou a partir de uma conta no país europeu para o Brasil. “Tacla foi extorquido e ameaçado […] e temor por sua vida o levou a pagar uma parte da extorsão. O advogado Marlus Arns, que recebeu o pagamento -dinheiro que é apontado como uma das justificativas para o bloqueio das autoridades suíças– já tinha trabalhado com a mulher do [ex] juiz Sergio Moro, sendo outro sócio o advogado Carlos Zucolotto Junior, que também foi sócio da mulher de Moro, e que hoje trabalha com lobista profissional”, dizem os advogados à Suíça, associando a extorsão ao tráfico de
influência dentro da operação. Zucolotto já foi alvo de acusações de Tacla Duran.
Tacla Duran atuou como advogado da Odebrecht entre 2011 e 2016. A Lava Jato, no entanto, o acusa de movimentar mais de R$ 95 milhões para a Odebrecht e outras empresas em vários países do mundo, além de lavar por meio de suas empresas cerca de R$ 50 milhões.
Para sustentar seu argumento, o brasileiro cita um contrato que assinou com o advogado no Brasil, além de notas de imprensa por parte da Operação Lava Jato de 27 de agosto de 2017, em que o nome de Marlus Arns não consta como sendo o de seu advogado.
Ao longo dos últimos anos, Tacla Duran foi denunciado pelo MPF em Curitiba por uma série de crimes, como lavagem de dinheiro e corrupção. Ele também foi alvo de conversas entre o ex-juiz e hoje ministro da Justiça Sergio Moro e o coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, publicadas pelo site The Intercept.
A 13ª Vara de Curitiba pediu a extradição de Tacla Duran para o Brasil, mas foi negado pela Espanha em julho de 2017. Considerado foragido pelo Brasil, hoje Tacla vive em liberdade em Madri.
UOL
Compartilhe esta postagem

Lei da Remissão das dívidas para motocicletas já está em vigor no Estado

Lei da Remissão das dívidas para motocicletas já está em vigor no Estado
A lei nº 10.507 que autoriza o Estado a conceder remissão de crédito tributário, relativo ao Imposto de Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e licenciamento, já está em vigor. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) esclarece alguns pontos.
Terão direito ao benefício os proprietários que possuam motocicleta ou motoneta de até 150 cilindradas. O proprietário deverá realizar o pagamento dos débitos de 2019 (IPVA, DPVAT e Licenciamento), todas as multas de trânsito que o veículo tenha registrado, bem como o seguro DPVAT de 2018.
Automaticamente, considerando o prazo de dez dias, terá concedido a remissão da dívida de anos anteriores. O benefício vale apenas para um veículo por proprietário.
Para consultar a situação do veículo, basta acessar o site do Detran, clicar em “consulta de veículos e boletos”, preencher com placa e Renavam que aparecerá uma tela com todos os débitos listados. O cidadão poderá pagar no banco de sua preferência, Lotérica, Pag fácil, pelo aplicativo do celular e também nas unidades do Detran onde realiza o pagamento parcelado de débitos.
O documento do veículo (CRLV) poderá ser solicitado em uma unidade de atendimento do Detran (que esteja habilitada a emiti-lo) ou aguardar o recebimento no endereço cadastrado, mediante o pagamento da taxa dos correios (RS7,00). O endereço deverá estar atualizado para que o documento chegue na residência.
Suspensão do Leilão
Levando em consideração os diversos cidadãos que se beneficiarão com a lei. O Detran suspendeu, por tempo determinado, o leilão de motocicletas e motonetas de até 150 cilindradas que já estejam no pátio do Departamento ou que venham a ser aprendidas no período. A portaria de nº 490/2019-Gadir foi publicada no Diário Oficial do Estado. Os efeitos dessa suspensão perdurarão até 10 de agosto de 2019.58
Compartilhe esta postagem

Operação Aliança: MPF obtém condenação de Dison Lisboa por contratos sem licitação

Operação Aliança: MPF obtém condenação de Dison Lisboa por contratos sem licitação

O Ministério Publico Federal (MPF) conseguiu a condenação do ex-prefeito de Goianinha (RN) Rudson “Dison” Raimundo Honório Lisboa por dispensa indevida de licitação para contratação de transporte escolar, em 2003. Além dele, também foram condenados três ex-membros da Comissão Permanente de Licitação do Município: Jean Carlos Coutinho de Lima, Márcia Maria de Lima e Joselito Michael Pegado Cortez.
A denúncia do MPF trata do processo licitatório nº 16/2003, que previa a contratação de veículos para transporte escolar. “De fato, o acervo probatório colacionado demonstra materialmente a contratação direta para a locação de serviço de transporte, assim como a simulação do procedimento licitatório. Ou seja, por linhas transversas, não houve certame licitatório, mas uma mera montagem”, concluiu o juiz federal Francisco Eduardo Guimarães, autor da sentença.
Nas alegações finais, o representante do MPF – procurador da República Ronaldo Sérgio Chaves Fernandes – destacou que os supostos “vencedores” da licitação confirmaram não ter participado de “nenhum procedimento licitatório ou mesmo de reunião nesse contexto”, mas que, ainda assim, firmaram os contratos de prestação de serviço com a Prefeitura, após serem convidados. Muitos nem mesmo sabiam o que era uma licitação.
Dison Lisboa chefiou o Executivo municipal de Goianinha de 2001 a 2008 e foi deputado estadual de 2015 a 2018. Ele foi condenado a quatro anos e quatro meses de detenção e os demais a quatro anos e um mês. Todos terão de pagar multa e devem permanecer inelegíveis por oito anos após o cumprimento da pena, mas terão o direito de recorrer em liberdade.
“Concorrência” – Dentre as irregularidades mais claras, o suposto processo licitatório apresentou coincidência do número de registro de documentos e proximidade das datas de realização de diversas etapas, além da repetição de pareceres da licitação 08/2003 (com informações equivocadas que não diziam respeito ao que teria ocorrido na 16/2003), bem como os mesmos participantes e vencedores desse outro procedimento, realizado quatro meses antes.
Os seis vencedores do 16/2003 também ficaram responsáveis por exatamente os mesmos trechos que haviam vencido na licitação 08/2003. Todos confirmaram não ter participado dessa suposta concorrência. Vários afirmaram simplesmente terem sido convidados para trabalhar no transporte de alunos ou de pessoas para tratamento de saúde, assim como fazendo entrega de merenda escolar.
“(…) as pessoas físicas contratadas para prestarem serviços de transporte sequer conheciam o instituto ou tinham consciência de que estavam participando de um certame, sendo, então, contratadas diretamente pela Prefeitura Municipal de Goianinha, que montou toda documentação para dar ares da existência real da licitação”, destaca a decisão judicial.
Aliança – A operação que resultou nesta e em outras denúncias por parte do MPF foi deflagrada em 2007 e apontava a prática de diversas atividades ilícitas promovidas pela administração do Município de Goianinha, durante os dois mandatos de Dison Lisboa. A investigação conjunta foi promovida pelo MPF, Departamento de Polícia Federal e Controladoria Geral da União (CGU).
Através do cumprimento de mandados de busca e apreensão, foram coletados documentos, objetos e instrumentos relativos à atividade criminosa. Esses se somaram ao relatório elaborado pela CGU, comprovando a existência do esquema de montagem de processos licitatórios em Goianinha, com objetivo de desviar verbas públicas. A ação penal relativa ao procedimento 16/2003 tramita na Justiça Federal sob o número 0001866-04.2011.4.05.8400.

Compartilhe esta postagem

JUCURUTU: Prefeito Valdir adquire dois novos veículos

JUCURUTU: Prefeito Valdir adquire dois novos veículos

A frota da Prefeitura Municipal de Jucurutu agora conta com dois (02) novos veículos. De acordo com o Prefeito Valdir Medeiros, os novos veículos irão atender as demandas das Secretarias Municipais de Saúde e Educação e Cultura.

Nesse ano já foram somados quatro novos veículos e seguirei investindo e pretendemos até o final do ano, entregar outros veículos”, destacou o prefeito.

Compartilhe esta postagem

Kleber Rodrigues propõe criação de “Programa Pró-Emprego” no RN

Kleber Rodrigues propõe criação de “Programa Pró-Emprego” no RN
Crédito da Foto: Eduardo Maia

Tramita na Assembleia Legislativa um Projeto de Lei que visa proporcionar aos norte-rio-grandenses desempregados a possibilidade de qualificação para reintegração no mercado de trabalho. Trata-se do “Programa Pró-Emprego”, do deputado estadual Kleber Rodrigues (Avante), por meio do qual ele pretende atender até duas mil pessoas por ano, com uma bolsa mensal no valor de 20% do salário mínimo.
 
De acordo com o parlamentar, a proposta consiste na criação de uma parceria entre o governo estadual e a iniciativa privada para conceder bolsas a desempregados que realizem trabalhos e atividades em empresas participantes. Considerando o salário mínimo de hoje, o valor proposto é de R$ 199,60. O programa dura seis meses, podendo ser prorrogado por igual período.
 
“O desemprego é um problema social cuja atenuação requer o envolvimento da sociedade, ainda que indiretamente. A sociedade, como um todo, deve arcar com o custo de políticas públicas capazes de enfrentar o problema. A crise é grave e não podemos ficar à espera do crescimento econômico. Ações eficazes do Poder Público são fundamentais”, justificou o parlamentar.
 
Para o gozo do benefício, o interessado deve comprovar no ato da inscrição ter trabalhado como empregado com registro em carteira de trabalho por, no mínimo, dois anos e ter perdido o emprego nos últimos 24 meses. Segundo o texto da proposição, que tramita nas comissões temáticas da Assembleia, a classificação deve considerar a situação de vulnerabilidade social do inscrito, além do número de pessoas que integram o seu núcleo familiar.
Compartilhe esta postagem

Na íntegra: Ouça aqui o Programa Direto do Gabinete que foi ao ar nesta sexta (14) pela Rádio Comunitária de Jucurutu

Na íntegra: Ouça aqui o Programa Direto do Gabinete que foi ao ar nesta sexta (14) pela Rádio Comunitária de Jucurutu
O Programa de Rádio que leva a prestação de contas da Prefeitura de jucurutu vai ao ar todas as sextas-feiras, às 16he30min. na Rádio Comunitária de Jucurutu – 104,9 FM sendo reproduzido nas mídias oficiais da Gestão e aqui no Blog.

Nesta edição o destaque para participação de atletas jucurutuenses nos Jogos da Juventude Escolar – Juvern´s (Regional Caicó), as ações da Secretaria de Esporte e Turismo com o Secretário Nilsinho Batista, os festejos juninos e ainda a participação do Prefeito Valdir Medeiros falando sobre terrenos públicos, pavimentação da RN 118 no trecho que vai do pórtico de entrada do município de Jucurutu até o Hospital Terezinha Lula, busca de parceria para conclusão do restante do asfalto, Desafio da Serra de João do Vale, entre outros assuntos administrativos.

Fique ligado e saiba o que ocorreu esta semana no Governo Municipal de Jucurutu.
Clique e ouça na íntegra:


Compartilhe esta postagem

Saiba quem são as atrações que subirão ao palco da Feirinha de Sant´Ana do Distrito Barra de Santana

Saiba quem são as atrações que subirão ao palco da Feirinha de Sant´Ana do Distrito Barra de Santana

O Governo Municipal de Jucurutu por meio da Secretaria de Esporte e Turismo que tem a frente o Secretário Nilsinho Batista, divulgou oficialmente as atrações que estarão se apresentando no palco da Feirinha de Sant´Ana em 07 de Julho.

O evento que já é tradição ocorre dentro da programação social da festa da padroeira do Distrito de Barra de Sant´Ana.

15h – Ademir Souza
16he30min. – Euzimar Araújo
18h – Guilherme e Pedrinho
20he30min. – Marcelo Freitas
22he30min. – Alex Pereira
Compartilhe esta postagem

PREJUÍZO: Ratinho e SBT terão de pagar R$ 200 mil a dois padres por reportagem falsa de 1999

PREJUÍZO: Ratinho e SBT terão de pagar R$ 200 mil a dois padres por reportagem falsa de 1999

O SBT e o apresentador Ratinho, Carlos Massa, terão de indenizar dois padres por danos morais por uma reportagem veiculada em 1999.
Tanto a emissora quando Ratinho terão de pagar R$ 200 mil (corrigidos) a dois padres da cidade de Astorga, no Paraná, segundo decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça).
A reportagem falava que uma moradora da cidade havia deixado o marido para viver com o padre que celebrou seu casamento, mas a notícia era falsa. Além disso, as imagens mostraram um outro padre da mesma cidade. Os dois, então, processaram o programa.
A decisão levou em conta “a imprudência dos apelantes ao transmitir ao vivo matéria ofensiva à honra dos apelados, o sofrimento ocasionado às vítimas e a repercussão em cadeia nacional de televisão, em horário nobre”, escreveu o ministro. O caso ficou ainda mais grave por envolver padres acusados de infringir o celibato, informou o documento.
Compartilhe esta postagem

VÍDEO: PM´s e bombeiros protestam na Governadoria por correção salarial de 60%

VÍDEO: PM´s e bombeiros protestam na Governadoria por correção salarial de 60%





Policias militares e bombeiros se concentram em paralisação em frente a sede do Governo do Estado. O movimento paredista está ocorrendo em todo o Estado nesta segunda-feira, 17.
De acordo com o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), “tentamos de todas as formas, porém o Governo continua resistindo com a alegação da crise fiscal, mas que só existe para alguns setores”, expõe.
O déficit salarial dos militares atualmente chega a 60,48% e a categoria não recebe ao menos a reposição inflacionária há cinco anos, argumenta o presidente. Além disto, os militares do RN possuem o pior salário inicial da Federação, na carreira policial, e, ainda, o pior salário entre as demais forças de segurança do RN.
Compartilhe esta postagem

COBRANÇA: Dono do PSG quer compromisso total de Neymar: ‘Ninguém o obrigou a assinar’

COBRANÇA: Dono do PSG quer compromisso total de Neymar: ‘Ninguém o obrigou a assinar’
Resultado de imagem para dono do psg e neymar
Foto: Agência EFE
Após mais uma temporada de altos investimentos e apenas um título, do Campeonato francês, o presidente do Paris Saint-Germain, o xeque catariano Nasser Al Khelaifi, perdeu a paciência. Em entrevista à revista France Football publicada nesta segunda-feira, o mandatário mandou uma mensagem clara para o grupo de jogadores dizendo que não vai mais aceitar o comportamento de popstars e cobrou mais comprometimento com a equipe. Sobre as especulações do possível descontentamento de Neymar no clube, o dirigente também foi claro: “Ninguém obrigou Neymar a assinar com o PSG”.
“É claro que há contratos a serem respeitados (Neymar assinou com o clube francês até 2022), mas a prioridade agora é o compromisso total com o nosso projeto. Ninguém obrigou Neymar a assinar com o PSG. Ninguém o forçou. Ele veio conscientemente para participar no nosso projeto”, afirmou.
As declarações de Nasser Al Khelaifi são um desabafo pela falta de conquistas da equipe. Este ano, além de mais uma amarga eliminação nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, após vencer o Manchester United na Inglaterra e perder em casa, a equipe também fracassou na Copa da Liga Francesa, perdendo para o modesto Guingamp, e foi vice-campeã da Copa da França, sendo derrotada pelo Rennes na decisão.
“Os jogadores terão que assumir as responsabilidades muito maiores do que antes na próxima temporada. Têm que ser completamente diferente. Terão que fazer mais, trabalhar mais. Não estão aqui para se divertirem. E se não concordarem com este ponto de vista, as portas estão abertas. Adeus! Não quero continuar a ter jogadores comportamentos de popstars”, completou
E para quem não estiver contente com a mudança de postura dentro do clube, o cartola afirmou que não tem problema em negociar os seus atletas. “Quero jogadores dispostos a dar tudo para defender nossa camisa e para participar no projeto do clube. Aqueles que não querem, ou não estejam comprometidos, podemos nos encontrar e conversar”.
A única exceção parece ser Mbappé. Apesar de muito cobiçado por gigantes da Europa, o atacante é visto como peça fundamental para o futuro do time. “Estou 200% certo que o Mbappé vai continuar no PSG na próxima temporada”, assegurou Khelaifi.
MUDANÇA DE COMANDO – A primeira movimentação ocorrida dentro do clube foi a troca no comando do futebol. O português Antero Henrique foi dispensado e para seu lugar chega Leonardo, que na última temporada atuou como dirigente do Milan. O brasileiro começou a montagem do atual milionário projeto da equipe parisiense. Durante a sua primeira passagem, entre 2011 e 2013, foram contratados nomes de peso como Ibrahimovic, Thiago Silva, Marquinhos, Verratti e Cavani.
“Eu percebi que mudanças eram necessárias, caso contrário não iríamos a lugar algum (…). Em dois minutos o caso foi resolvido entre nós. Ele (Leonardo) terá todos os poderes esportivos. Leo é o meu cara. Ele é incrível, tenho total confiança nele. Sua autoridade natural fará bem a todos, especialmente aos jogadores”, completou o dirigente.
Estadão Conteúdo
Compartilhe esta postagem

Equipes de Jucurutu participam dos Jogos da Juventude Escolar – JUVERNS – Etapa Regional em Caicó

Equipes de Jucurutu participam dos Jogos da Juventude Escolar – JUVERNS – Etapa Regional em Caicó

Através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, a Prefeitura de Jucurutu apoia a participação de alunos nos Jogos da Juventude Escolar do Rio Grande do Norte – Juverns 2019 que acontece na cidade de Caicó.

Os professores Ivo Gomes e Marcos Camilo estão acompanhando os jovens atletas jucurutuenses nesta edição.

Confira os resultados:
Futsal Sub 17 do Wagner Lopes – Juverns Etapa Regional em Caicó. Vitória 9 x 1
Futsal Sub 14 do Wágner Lopes – Juverns Etapa Regional em Caicó. Inicia com vitória: 5 x 3.
EEAB SUB 14 ganhou de 4 x 3 e o Sub 17, perdeu de 3 x 2. Newman Queiroz sub 17, venceu por W x O.

Compartilhe esta postagem

Gestão Valdir Medeiros Segue Reparando e Reformando as Escolas do Município

Gestão Valdir Medeiros Segue Reparando e Reformando as Escolas do Município

A Prefeitura de Jucurutu através da Secretaria de Educação e Cultura realizou serviços de pintura e reparo na Escola Municipal Santo Alexandre no Bairro Freitas. A ação visa à revitalização do espaço com a pintura interna e externa do prédio, deixando o ambiente mais harmonioso e limpo para receber os estudantes. 

Além do Santo Alexandre, Outras Escolas na Zona Rural e na Cidade já receberam reparos e reformas da Gestão do Prefeito Valdir Medeiros 

Compartilhe esta postagem

Após acordo, comissão do Congresso aprova crédito extra de R$ 248,9 bilhões ao governo

Após acordo, comissão do Congresso aprova crédito extra de R$ 248,9 bilhões ao governo
Após acordo entre os partidos, a Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional aprovou nesta terça-feira (11) um projeto de lei que autoriza um crédito extra de R$ 248,9 bilhões ao Executivo federal, a ser obtido com a emissão de títulos do Tesouro Nacional.
Pelo projeto, o governo Jair Bolsonaro poderá contrair dívidas para pagar despesas correntes, como salários e benefícios sociais, sem descumprir a chamada “regra de ouro”.
Esse mecanismo constitucional veda o Executivo de se endividar com a emissão de títulos para custear contas do dia a dia. A única exceção é se houver a autorização do Congresso Nacional. Caso contrário, o presidente da República pode ser enquadrado no crime de responsabilidade fiscal, que pode embasar um pedido de impeachment.
A votação na comissão só foi viabilizada depois de o governo ceder a algumas demandas de diferentes partidos, incluindo de oposição, que, em contrapartida, concordaram em não obstruir os trabalhos do colegiado.
Foram cerca de duas horas de negociação a portas fechadas em uma sala ao lado do plenário da comissão.
Nesse meio tempo, o relator do projeto de lei, Hildo Rocha (MDB-MA), e a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), chegaram a deixar o local para se reunirem com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, no Palácio do Planalto para apresentar os pleitos dos parlamentares.
Segundo Hasselmann, o governo se comprometeu a:
liberar para a educação R$ 1 bilhão dos recursos que hoje estão contingenciados;
destinar R$ 1 bilhão para o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida;
enviar R$ 550 milhões para as obras de transposição do Rio São Francisco;
liberar 330 milhões para bolsas de estudo do CNPQ.
A aprovação do parecer de Hildo Rocha, porém, não foi unânime. PT e PCdoB manifestaram apoio a um voto em separado apresentado pelo senador Angelo Coronel (PSD-BA), que propunha a autorização de um valor menor do que o governo havia pedido: R$ 146,7 bilhões, em vez dos R$ 248,9 bilhões.
Agora, a expectativa é de que o projeto de lei seja analisado ainda na tarde desta terça em uma sessão conjunta do Congresso Nacional.
Antes, porém, os parlamentares precisarão terminar de analisar no plenário os vetos presidenciais que trancam a pauta do plenário para só então votarem o projeto de crédito.
No sábado (8), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que terá de suspender, a partir do dia 25 de junho, o pagamento de benefícios a idosos e pessoas com deficiência caso o Congresso não aprove o projeto que libera crédito extra.
Bolsonaro fez a afirmação em uma rede social e acrescentou que, se a proposta não for aprovada pelos parlamentares, outros programas podem ficar sem recursos nos próximos meses.
Ele citou o Bolsa Família, o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e o Plano Safra. “Acredito na costumeira responsabilidade e patriotismo dos deputados e senadores na aprovação urgente da matéria”, afirmou Bolsonaro.
G1

Compartilhe esta postagem

Ministro Luiz Roberto Barroso, do STF, critica ‘euforia’ de ‘corruptos’ com vazamento de conversas entre Moro e Dallagnol

Ministro Luiz Roberto Barroso, do STF, critica ‘euforia’ de ‘corruptos’ com vazamento de conversas entre Moro e Dallagnol
Foto: Sérgio Lima/PODER 360

O ministro Luiz Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), criticou a “euforia que tomou os corruptos e seus parceiros” com a publicação pelo site The Intercept de reportagens produzidas com com base no vazamento de trocas de mensagens – extraídas de um aplicativo – entre o ex-juiz federal Sérgio Moro e o coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol.
Ele fez a afirmação em entrevista ao programa Em Foco com Andréia Sadi, da Globo News.
Para Barroso, “não há nada a celebrar”. “A corrupção existiu e precisa continuar a ser enfrentada, como vinha sendo. De modo que tenho dificuldade em entender a euforia que tomou os corruptos e seus parceiros”, declarou.
Segundo as reportagens do The Intercept, quando era juiz federal e julgava os processos da Lava Jato no Paraná, Moro, atual ministro da Justiça do governo, orientou ações dos procuradores da República que atuavam na força-tarefa e cobrou de Dallagnol novas operações.
“A corrupção existiu, eu até tenho dificuldade de entender um pouco essa euforia que há em torno disso se houve algo pontualmente errado aqui ou ali”, afirmou Barroso. “Porque todo mundo sabe, no caso da Lava Jato, que as diretorias da Petrobras foram loteadas entre partidos com metas percentuais de desvios. Fato demonstrado, tem confissão, devolução de dinheiro, balanço da Petrobras, tem acordo que a Petrobras teve que fazer nos EUA”, disse.
O ministro ainda acrescentou: “ “A única coisa que se sabe ao certo, até agora, é que as conversas foram obtidas mediante ação criminosa. E é preciso ter cuidado para que o crime não compense”.
Para Barroso, os fatos ainda estão sendo apurados e, somente ao final, um juiz pode se manifestar.
“Sou juiz. Os fatos estão sendo apurados. Juiz fala ao final da apuração – e se tiver que falar, nos autos, de preferência. E não é hora de formar juízos sobre isso, ainda. Na vida, o que é certo é certo, o que é errado é errado. Formamos juízo depois da apuração”, declarou.
Blog Andréia Sadi – G1
Compartilhe esta postagem

Hermano Morais descreve participação durante evento em defesa do Fundeb

Hermano Morais descreve participação durante evento em defesa do Fundeb
Crédito da Foto: João Gilberto
Em seu pronunciamento na manhã desta terça-feira (11), durante Sessão Ordinária na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Hermano Morais (MDB) falou sobre a sua participação no I Encontro Nacional dos Presidentes e Vice-presidentes das Comissões de Educação das Assembleias Legislativas, realizado na última sexta-feira (7), em Florianópolis/SC.
De acordo com Hermano, que também é presidente da Comissão de Educação, Ciências e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Social, da Assembleia Legislativa, o objetivo do evento foi unir os parlamentares, educadores e pessoas interessadas na luta em defesa da educação brasileira e criar a Carta de Florianópolis.
“O documento defende principalmente a aprovação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que torna o Fundeb uma política permanente de financiamento da educação básica e a retomada da implementação do Plano Nacional da Educação (PNE)”, explicou o parlamentar.

Hermano explicou que o evento foi plural e apartidário e reuniu 44 lideranças políticas de 15 partidos diferentes de 23 estados brasileiros. De acordo com o parlamentar, na carta, há um consenso com a preocupação em manter permanente o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e aumentar a contribuição da União para viabilizar o cumprimento das metas previstas no PNE.

“O documento será encaminhado ao Ministério da Educação (MEC), governadores, senadores, deputados federais e estaduais, tribunais de contas, ministérios públicos estaduais e outras entidades preocupadas com o setor. Conta a história que somente pela educação conseguiremos dar novos rumos para o nosso país”, comentou.
Compartilhe esta postagem