MP investiga doações para campanha de Carlos Eduardo Alves em troca de favores pessoais



O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) abriu um inquérito para investigar ato de improbidade administrativa praticado por Carlos Eduardo Alves e por Álvaro Dias em autorizar o aumento das tarifas de ônibus de Natal em troca de doações para a campanha de Carlos Eduardo Alves ao Governo do RN e ainda para a campanha de deputado estadual de Adjuto Dias, filho de Álvaro.

De acordo com o MPRN, existem indícios de que doações de campanha para ambos os candidatos foram feitas pessoalmente como moeda de troca pelo aumento das tarifas ocorridas esse ano.

O inquérito irá apurar o caso junto aos dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e deve transcorrer sob sigilo para evitar que as investigações sofram qualquer tipo de prejuízo.

Share this

Related Posts

Compartilhe esta postagem