União do PSDB, PR, PP e PSD com outras siglas apresenta nomes mais fortes para a Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados

De acordo com os cientistas e analísticos políticos e as últimas pesquisas divulgadas até agora no Rio Grande do Norte, uma coligação dos partidos PSDB, PR, PP, o PSD e outros partidos já aliados pode se concretizar na aliança mais forte, devendo eleger a maioria dos deputados estaduais e também federais. Os dirigentes destas siglas vem conversando com o intuito de uma união para as eleições estaduais de 2018.
O PSDB tem hoje oito deputados: Ezequiel Ferreira, Gustavo Carvalho, Tomba Farias, Raimundo Fernandes, Larissa Rosado, Márcia Maia e Gustavo Fernandes, além do médico Tiago Almeida, que trabalha seu nome no Seridó. Para a Câmara dos Deputados, o PSDB representado hoje pelo deputado federal Rogério Marinho também apresenta nomes como o de Sandra Rosado, que foi deputada e hoje é vereadora por Mossoró. Nomes em algumas regiões do Estado estão sendo estimulados como mais opções no interior.
Já o PSD do governador Robinson Faria, tem uma chapa reforçada na proporcional. Os deputados Galeno Torquato, que atua no Alto Oeste, Vivaldo Costa no Seridó, Dison Lisboa no Agreste Potiguar e Jacó Jácome em Natal e no segmento evangélico são postulantes à reeleição(que corre o risco de não ter a legenda devido a possibilidade de seu pai ser candidato a senador na chapa de Carlos Eduardo). Ederlinda Dias que parte com o apoio do prefeito de Macaíba, Fernando Cunha, e os ex-prefeitos Ivan Júnior (Assu) e Wellinson Ribeiro (Canguaretama), além de Raimundo Costa, ex-secretário estadual de Assuntos Fundiários e Reforma Agrária, também serão postulantes.
O PR do ex-deputado João Maia, que disputa vaga na Câmara dos Deputados também irá lançar o empresário Tião Couto, com base em Mossoró. Para a Assembleia Legislativa, o partido tem o deputado George Soares e nomes fortes como a primeira-dama de São Gonçalo do Amarante, Terezinha Maia e o empresário Jorge do Rosário, que tem o apoio da oposição em Mossoró e sai fortalecido do Oeste Potiguar.
A prefeita Rosalba Ciarlini vai priorizar à reeleição do deputado federal Beto Rosado e uma vaga na Assembleia Legislativa, que tem o publicitário Kadu Ciarlini como alternativa. O caminho do PP é uma aliança com o PSD do deputado federal Fábio Faria, reforçada com nomes do ex-candidato a prefeito de Ceará-Mirim, Júlio César e partidos como PRB de Abraão Lincoln e siglas de peso como PSDB de Rogério Marinho e Sandra Rosado, além do PR de João Maia e Tião Couto, que garantiriam a melhor aliança para a Câmara dos Deputados e também para a Assembleia Legislativa.
Os cálculos mais pessimistas é que essa coligação elegeria hoje pelo menos 4 deputados federais e 13 deputados estaduais. Os mais otimistas é que conseguiria eleger 5 federais e 15 deputados estaduais.

Share this

Related Posts

Compartilhe esta postagem