Kaká anuncia aposentadoria


Kaká chegou ao palco que o projetou para o mundo com uma camisa na qual se lia apenas uma palavra: futebol. E é neste mesmo futebol que o consagrou que ele vai permanecer. Agora, porém, não mais como jogador profissional. Kaká se aposentou.

No Morumbi, em uma noite fria, o que o fez vestir um agasalho, o melhor jogador do mundo de 2007 revelou a Galvão Bueno que a camisa do Orlando City, dos Estados Unidos, foi a última que ostentou como atleta. Além da seleção brasileira, pela qual jogou três Copas e ganhou a de 2002, como meia-atacante ele também atuou por São Paulo, Milan, Real Madrid e Orlando.

Aos 35 anos e exatamente dez após ganhar o prêmio máximo dado a um jogador pela Fifa, Kaká fez o anúncio.

– A minha palavra final é que o ciclo da minha carreira como jogador profissional se encerra aqui.

Com os olhos marejados, sentado em frente à última Bola de Ouro e do último troféu de melhor do mundo da Fifa recebido por um brasileiro (depois só Messi e Cristiano Ronaldo os receberam), Kaká explicou a Galvão como tomou a decisão.

– Eu precisava de um tempo para pensar e tomar uma decisão muito tranquila, muito calma e muito consciente do que eu gostaria para minha vida profissional. Aí eu pedi para algumas pessoas muito próximas, meus pais, meu irmão, minha namorada e a esposa do meu irmão, são cinco pessoas, pedi para que a gente fizesse um período de orações. E estudando, vendo o que acontecia nesse momento, propostas. Eu fui para a Europa para ver alguns jogos, sentir a emoção do jogo ali, onde o futebol realmente tem seu ponto máximo. E muito consciente eu cheguei à conclusão que é o momento de encerrar a minha carreira como jogador profissional.

Por Marcel Merguizo, São Paulo, SP

Share this

Related Posts

Compartilhe esta postagem