Bolsonaro lidera influência nas redes sociais, aponta pesquisa



Em números absolutos, Jair Bolsonaro (PSC-RJ) é o pré-candidato a presidente que mais ecoa em redes sociais, segundo estudo da empresa de monitoramento Zeeng.
Entre 12 prováveis postulantes analisados, o deputado federal lidera estatísticas em quesitos como número de seguidores e de reações no Facebook, quantidade de interações no Twitter e total de curtidas no Instagram.
No Facebook, embora ocupe o topo da lista de reações (que variam entre o “curtir” e carinhas que expressam amor, surpresa e tristeza, por exemplo), Bolsonaro tem em suas postagens um dos maiores percentuais de cliques na figura que indica raiva (5%).
No total, ele contabilizou 3,2 milhões de reações no período do levantamento (23 de setembro a 23 de outubro). Lula (PT), o segundo colocado, teve 1,1 milhão. João Doria (PSDB) aparece na terceira colocação, com 1 milhão.
Juntos, os 12 prováveis candidatos somam 16,9 milhões de seguidores no Facebook, 6,2 milhões no Twitter e 1,7 no Instagram.
A plataforma de pesquisa se limitou às quantidades de seguidores e aos indicadores de engajamento, sem ver, por exemplo, se o conteúdo de comentários era crítico ou elogioso ao político.
Segundo a Zeeng, os robôs que rastrearam as contas para o estudo sinalizaram que as postagens de Bolsonaro e de Doria no Facebook podem ter sido impulsionadas. No entanto, diz a empresa, não é possível afirmar com precisão se eles pagaram para aumentar o alcance dos posts.
Folhapress

Share this

Related Posts

Compartilhe esta postagem